Irmandade

Os filhos únicos que me perdoem,
mas ter um irmão é sensacional!
É tão especial o dia em que sabemos
que não seremos mais sozinhos.
Mesmo que a gente não se lembre da data,
o momento está guardado em nós.

Reza a lenda que quando um irmão nasce, uma parte de nós renasce:
o coração.
Ter um irmão é aprender a dividir
as bolachas trakinas, os medos, o controle remoto, as aventuras e os “não conta pra mamãe”.

Ter um irmão é brigar desejando fazer as pazes, é querer bem, ter ciúmes, proteger, aceitar que por mais diferentes que vocês sejam, a vontade de cuidar e mandar para bem longe qualquer mal que atinja o outro é a mesma.
Ter um irmão é saber que se tem com quem contar,
pois desde pequenos costumam ouvir dos seus pais que vocês sempre terão um ao outro. E eles disseram a verdade, acredite!

Assim, se faz um pacto silencioso
de que este elo deve permanecer eterno,
bem como a ponte que liga seus caminhos.
Ter um irmão é perceber
que mais do que simplesmente ter,
é necessário ser.

Dedicado ao meu amado irmão/companheiro: Allef.

Nenhum comentário :

Postar um comentário