Quando eu me for

não quero alma partida,
coisa sofrida,
gente sentida,
flores perdidas,
cores sem vida.

Eu quero saudade alegre,
de gente que ama,
gente que sente
a aura da gente.

Que lembrem apenas
de sorriso constante
e abraço de graça.

Eu só quero ser amor,
lembrada sem dor.
Qualquer dia desses,
quando eu me for.

Nenhum comentário :

Postar um comentário