O dia em que ele entendeu

O dia em que ele pegou a bicicleta para testar até onde
suas pernas poderiam carregá-lo.
O dia em que ele saiu pelo mundo para se perder,
o mesmo mundo em que sempre tentou se encontrar.
O dia em que ele olhou para os lados tentando acompanhar
as árvores pelo vidro e só viu pinturas embaçadas.
O dia em que ele escalou a montanha
para ver se havia algo mais alto que seus pensamentos.
O dia em que ele gritou até perder a voz,
para ver se era capaz se ouvir tanto quanto escutava reclamações.
O dia em que ele contou estórias para entrar na história.
O dia em que ele partiu para ver se, quem vai, pode voltar.
O dia em que ele viveu para entender se realmente vivia.

Nenhum comentário :

Postar um comentário