Paradiso

Eu quero te levar aos lugares proibidos,
te fazer provar do veneno que é o amor.
Morder o fruto escondido em meu seio
e te ver salivar nossos pecados.

Tua pele, teu toque, tudo, que é tudo.
Desejo te ver levado pelo desejo de percorrer minhas curvas,
sentindo o gosto da carne imortal, da essência da vida não permitida.

Eu quero te conduzir ao paraíso,
colher em meu ventre os astros.
Dar a luz aos nossos delírios
e parir partes aprisionadas de mim.

Quero observar enquanto você se deleita com o sabor
dos nossos corpos como um templo em chamas.
Navegar em nosso limbo particular.
E quando a aurora surgir, a terra nos devorará,
resguardando dois bebês perdidos.

Um comentário :