Caderno de outras faces

Encontrei seu diário em uma caixa escondida.
Você reclamava da escola
e escrevia músicas para ninguém cantar.
Descobri quem era seu amor de domingo
e segredos de quem sonhava de olhos abertos.
Li confissões de uma grande sonhadora,
que se achava pequena por sonhar.
Algumas folhas guardavam pétalas de flores,
outras, tinta de caneta borrada com suas lágrimas de sol.
Cada página continha uma nova descoberta, mas confesso,
que surpresa mesmo foi te conhecer de novas formas.
Queria dividir meus pensamentos com você,
que se foi para não voltar.
Alguém que virou saudade e lembranças
guardadas em um caderno feito de você.

2 comentários :

  1. legal encontrar pedaços da gente nos textos dos outros!
    beijos enormes!
    :)

    ResponderExcluir