encontrei em quem nunca vi
não o que sempre procurei,
mas sim algo muito maior,
que nunca imaginei conhecer,
energias transformadoras

uma avalanche de amor,
que me completou
e fez de mim
não o que eu sou,
mas algo melhor do que já fui

minhas almas lá de longe
eletrocutaram medos
e eu, que fugia de mim
voltei pro lugar que não pertenço,
mas permaneço
enquanto não nos encontramos
e nos fundimos

enquanto isso
sou escrava da saudade

pungente
vagabunda
feliz

Um comentário :