Por mais que juntemos as duas mãos,
haverá momentos em que o que tentamos segurar,
inevitavelmente escorrerá entre elas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário