amor(es)

Nenhum amor é só,
não ama-se apenas uma vez,
nem represa-se qualquer amor.
Amar é: muitos em muito.
Nada é só,
o coração é universal.

Nenhum comentário :

Postar um comentário