abrace o vento, pequenino

um vento misterioso
o retirou de seus sonhos

assustado

olhou por todo o quarto
não tinha nada
nem janela aberta
ou luz acesa

bebeu um copo d'água
fez sinal da cruz
olhou pra lua
sentiu a brisa dentro de si
e lembrou que o medo
o fez esquecer da paz

o mar se acalmou
e o menino adormeceu

Nenhum comentário :

Postar um comentário