Lá no fundo da minha casa

O rio cantava sem parar,
os pássaros corriam,
o cheiro de terra seca penetrava os ouvidos,
a comida da minha mãe tinha sabor de vida,
os peixes faziam festa na plantação,
as árvores passeavam de mãos dadas com os cavalos
e eu,
menina esperta que era,
observava tudo lá do alto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário