Nas páginas amareladas de minha decadência,
percorro com palavras algum papel,
dias de seca,
tempos de cólera,
vidas amargas,
registros de falhas e fracassos
de meu ser apático, errante e desconcertado
que ainda encontra nestas páginas surradas de amarelo: cor.

2 comentários :

  1. "O papel é o único e verdadeiro amigo, a ele pode confiar teus desabafos e teus segredos..." (Peregrino Noturno)

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a frase acima. O papel é um amigo para todos os momentos.

    ResponderExcluir