A melancolia que se apodera da alma de uma criança,
é de deixar o pirulito cair no chão
ou quando enche um balão até estourar.
Saudosa me levo nas lembranças de minha infância
capturada nesses capítulos em minha mente
que aos poucos vão se apagando,
e sendo substituídos por esta vida tão vaga,
que desperta em meu ser
a tristeza de meras percas,
e não desta minha alma que se perde descompassada
em minha melancolia duradoura.

Nenhum comentário :

Postar um comentário