Uma parede branca por fim acaba suja.
Seja por marcas de pé ou manchas de sangue.
Vejo as teias de aranha no teto,
e desejo ter uma teia.
E se eu ficar presa nela?
Serei eu a presa.
Deixo a cama desarrumada como minha vida é.
Lençol amassado, teia que prende, parede suja.
E me levanto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário