Joaninha se perdeu

O que você está fazendo, Joana?
A vida voou e você sequer percebeu.
O tempo tem rodado mais rápido que
os ponteiros do relógio.
Não há pilhas a trocar.
Este espelho em que não se olha,
reflete tudo que se passou,
reflete sua alma em abandono, Joana.
Você já não tem um sorriso com todos os dentes,
mas isto não é o que importa.
O que importa, Joana, é que cada dente perdido
equivale a um momento exilado.
Você se deixou abater,
se deu por vencida.
Apagou a chama, tampouco aquecida.
Você se esqueceu, Joana.
Joana, resgate-se.
E estes grãos de areia que ainda restam em suas mãos,
não os deixe escorrer.
Corra e viva, Joana,
antes que a morte, ressurja primeiro que você.

Nenhum comentário :

Postar um comentário