Um dia eu quis ser pirata,
n'outro, uma barata.
Um dia eu quis ser manhã,
n'outro, um pé de maçã.
Um dia eu quis ser bailarina,
n'outro, menino e não menina.
Um dia eu quis ser alguém ,
hoje ainda não sei o que quero ser,
mas desejo poder ter sempre um novo dia para querer.

2 comentários :

  1. Me fez lembrar da música Metamorfose Ambulante de grande Raul x)

    ResponderExcluir
  2. Que bonito, cara. O legal que na poesia você pode tudo. Até querer.

    ResponderExcluir