Anjo de uma face

Quando nasci, só um anjo vi.
Desses que enlaçam a alma, os olhos e o coração.
Disse: Venha comigo, ser alguém na vida!
Com aquela voz adoçando meus ouvidos,
não resisti ao convite.

As casas e seus donos a almejavam,
a tarde era banal perante sua beleza.
Nunca houveram tantos desejos.

Não era apenas um par de pernas,
muito menos submissa para ser julgada assim.
O homem atrás dos óculos e do bigode
acha que ela deveria estar na cozinha,
mas sonha em tê-la em seus braços.

Meu Deus, por que a criaste?
Diante dela sou um fraco.
Mundo mundo vasto mundo,
se eu tivesse o valor dela,
seria menos vagabundo.
Até poderia fazer uma comparação,
mas ela é mulher,
a mais perfeita criação.

2 comentários :