Não minta dizendo que sou seu calmo céu.
Minhas nuvens são tempestuosas,
não há calmaria, é inferno completo.
Não sussurre em meus ouvidos sobre minha beleza,
o que há aqui fora é só a carcaça do lixo dentro de mim.
Não exalte meu grande coração,
ao tempo que ele já foi capaz de detestar todos
ao invés de captá-los em amor.
Não diga que sou seu abrigo,
não posso acalentar nem a mim mesma.
Portanto, meu bem,
não crie nenhuma ilusão,
porque o que sobrou aqui não passa
de uma maldição.

Nenhum comentário :

Postar um comentário